Minha empresa de TI está estagnada! Conheça os 6 possíveis motivos

Você sabe o que fazer com uma empresa estagnada, que não conquista novas fatias de mercado e não alavanca os seus negócios?

A situação é bastante comum, ainda mais na área de TI, afetada pela grande concorrência. Embora tudo pareça ir bem, os resultados não deslancham e não há crescimento. Mas você culpa a economia, a política, o câmbio e o que mais estiver desalinhado e aparentemente atrapalhando o bom desempenho dos negócios.

Realmente, tudo isso atrapalha mesmo, e o panorama político e econômico atual do país não é dos melhores. Mas você já se questionou se o problema é apenas esse? Afinal, não é de hoje que sabemos que é nos momentos de crise que as empresas de sucesso encontram oportunidades e descobrem novos negócios para crescer.

Manter a empresa em crescimento e com bons resultados é um dos grandes desafios dos empreendedores. Se o seu negócio não está trilhando esse caminho, continue a leitura e fique atento aos sinais, pois você pode estar deixando de aproveitar as oportunidades!

Uma empresa estagnada reflete falta de planejamento e atitudes erradas

Será que a empresa estagnada não é reflexo de erros comuns no dia a dia, que podem muitas vezes passar despercebidos pelos empreendedores? Confira, a seguir, os seis motivos que podem estar fazendo com que a sua empresa não saia do lugar.

1. A sua empresa parou no tempo

A tecnologia evolui a passos largos, e quem trabalha nessa área tem necessariamente de estar sempre atualizado, seja para oferecer os mais modernos produtos, seja para orientar os clientes sobre as melhores soluções.

Se você não se tornar uma autoridade no seu segmento, não se especializar e não conhecer profundamente todos os itens do seu portfólio, dificilmente conseguirá se destacar em um mercado tão competitivo. Lembre-se: há muita gente prestando o mesmo serviço e revendendo os mesmos produtos.

Qual deve ser o seu diferencial? Conhecer em detalhes os itens comercializados, saber oferecer soluções adequadas para cada cliente e, principalmente, ser reconhecido pelo seu público como uma autoridade no assunto. Então, além da atualização constante, é essencial investir em marketing para que todos conheçam a sua marca e o seu posicionamento no mercado.

2. O seu atendimento deixa a desejar

Não importa o porte da empresa, é essencial que a sua equipe sempre atenda o cliente da melhor forma possível. Contudo, isso vai muito além da gentileza. Voltamos ao item anterior: é importante ter profundo conhecimento de todos os produtos comercializados e saber orientar os clientes acerca das melhores soluções.

Além disso, o bom atendimento pressupõe também uma boa pós-venda, que em muitos casos é ainda mais importante e determinante do sucesso. Se o seu cliente precisar de suporte técnico, de peças de reposição, de orientação sobre marcas confiáveis para novas aquisições ou tiver qualquer outra dúvida, a sua empresa dispõe de um canal ágil e eficiente de atendimento?

Esse é um erro crucial de muitas empresas, pois a pós-venda ineficiente não só impede o retorno do cliente, mas também cria um sentimento de insatisfação, que se reflete em propaganda negativa, capaz de afetar (e afastar) futuros consumidores.

3. Você não conhece o seu consumidor

Isso vale para qualquer tipo de empresa: é essencial conhecer o seu consumidor, as suas necessidades e desejos, se possível antecipando-se a eles. O cliente precisa confiar que a sua marca o entende e sabe do que precisa.

O seu produto (ou linha de produtos) não se moderniza há anos? Então, talvez isso seja a resposta para o problema da empresa estagnada. O consumidor já conhece o seu produto, mas quer mais, precisa de soluções inovadoras, deseja novidades.

Será que não é o momento de avaliar a sua linha de produtos e serviços, buscar outros fornecedores e estudar mercados que podem ser promissores para se antecipar às necessidades do seu público?

Você não precisa sair do mercado de TI, mas olhe à sua volta. Existem novas tecnologias sendo introduzidas e, cada vez mais, os consumidores buscam novidades. Fique atento às tendências.

4. Os produtos comercializados exigem muita manutenção

Será que isso não é um problema? Se o foco da sua empresa são itens que demandam muita manutenção, boa parte dos seus esforços acaba sendo desviada para atender a essa necessidade.

Com isso, você não foca o aumento do leque de ofertas, não tem a oportunidade de pensar em novas estratégias comerciais, não prospecta novos clientes ou fornecedores e não negocia melhores condições comerciais com seus parceiros.

Cuidado para não perder tempo demais com produtos que demandam muito trabalho de manutenção, pois isso pode comprometer as estratégias para melhorar a sua oferta e rentabilidade.

5. O seu custo de operação é muito alto

Esse problema pode estar diretamente ligado ao item anterior, ou seja, ao fato de boa parte de seus esforços estar direcionada à manutenção.

Além disso, outras situações podem contribuir para o custo elevado, desde um quadro de funcionários superdimensionado até despesas elevadas com tarifas de água e energia elétrica, passando também pela negociação com fornecedores.

Os seus fornecedores oferecem preços competitivos? Será que você não deveria discutir novas estratégias ou buscar novas parcerias, para minimizar os custos e de quebra oferecer novidades aos seus clientes?

Vale a pena também avaliar a sua equipe: ela está de acordo com a sua demanda de trabalho? Os seus funcionários são bem treinados e capazes de promover uma boa imagem da sua marca? Motivar e treinar a equipe resulta sempre em melhores resultados operacionais para a empresa, lembre-se disso.

6. Você não tem um planejamento de estratégias no longo prazo

Onde a sua empresa deve estar daqui a alguns anos? Você já se questionou? O planejamento estratégico inclui a instituição de metas para curto, médio e longo prazo. Se uma das metas não for atingida, é importante avaliar as razões.

Comece analisando o mercado, observando se a sua empresa oferece produtos e serviços compatíveis com a demanda e se existe defasagem tecnológica. Será que a sua oferta atende às necessidades e às novas demandas do mercado consumidor?

Outro ponto a ser avaliado é a sua estratégia de marketing, o que inclui muito mais do que a divulgação do seu portfólio de produtos/serviços. É importante atrair o seu consumidor, mostrar que você tem autoridade no seu segmento de atuação, apresentar soluções inovadoras e indicar que você está antenado com as mudanças do mercado e pronto para orientar os clientes sobre as melhores técnicas.

Vale ressaltar que as metas estabelecidas devem ser realistas e baseadas em dados reais de mercado, para evitar expectativas demasiadamente elevadas e frustração.

Sempre é hora de mudar. Pense que, ao mudar de atitude, você reconhece que a sua empresa aprendeu com os erros e é madura o suficiente para seguir um novo caminho de sucesso.

Quer saber como lidar com uma empresa estagnada e aprender a mudar o rumo dos seus negócios? Então, curta a nossa página no Facebook para receber mais conteúdos como este.

rockcontent

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This