Quer economizar energia na empresa? Confira essas 6 dicas!

Você sabe como economizar energia na empresa e manter essa prática no dia a dia dos funcionários? Em tempos de crise econômica e energética, devemos procurar todo o conhecimento e focar em mudanças cabíveis que possam resultar na diminuição de gastos e no aumento de uma vida sustentável.

O Brasil é um dos países com energia mais cara do mundo e as empresas precisam se atentar a esse gasto. Para além dos gastos, o aumento da preocupação dos clientes com a sustentabilidade do planeta leva as empresas a se preocuparem com o bom uso dos recursos naturais, investindo cada vez mais na TI verde.

A economia de energia deixa de transitar somente em preocupações financeiras e se torna uma questão de marketing e boa imagem. Para saber mais a respeito, leia o post a seguir e fique por dentro.

1. Aproveite a luz solar e adapte seus horários

A iluminação natural do espaço pode ser uma das maiores aliadas a esse processo. Além de apresentar uma qualidade maior do que a iluminação artificial, ela dá maior conforto visual aos funcionários e ativa a produção de vitamina D no organismo.

Abrir janelas, diminuir a quantidade de paredes e divisórias no interior do escritório e reaproximar os postos de trabalho da luz natural podem tornar cada vez menos necessário o uso de iluminação artificial.

Caso o imóvel não possa sofrer mudanças estruturais, algumas dicas são:

  • certifique-se que armários ou outros móveis não bloqueiem a luz solar do ambiente;
  • opte por manter cortinas e persianas abertas;
  • pinte os ambientes de cores mais claras, o que ajuda a refletir a luz.

2. Troque equipamentos com baixa eficiência energética

Não é novidade que alguns eletrodomésticos, dispositivos de informática e lâmpadas têm maior eficiência energética que outros. Presente em quase todos os equipamentos no Brasil, o Selo Procel objetiva ser uma ferramenta visual simples, que mostra ao consumidor quais equipamentos são mais eficazes e consomem menos energia.

De posse desse conhecimento, uma forma prática de reduzir gastos é substituir lâmpadas e outros equipamentos. Uma lâmpada tipo LED de 7W ilumina um ambiente da mesma forma que uma lâmpada incandescente de 60W. Fazendo essa simples troca, você estaria economizando cerca de 50 Watts/hora.

Junto aos CPUs e monitores, um único servidor pode representar cerca de 50% do consumo de energia total de uma empresa. É essencial que dispositivos antigos sejam substituídos por versões mais modernas, que apresentam maior vida útil e eficiência.

3. Invista no uso de energia solar

A energia solar é a energia proveniente do Sol, uma fonte inesgotável e com potencial superior quando comparada a outras fontes renováveis. Várias tecnologias vêm sendo desenvolvidas para aumentar de forma significativa sua aplicação, podendo ser aproveitada e utilizada através de diferentes dispositivos.

O uso de painéis solares se torna cada vez mais comum no Brasil e é uma peça essencial para quem visa diminuir gastos com consumo de energia elétrica.

Sistemas fotovoltaicos captam a luz do sol e a transformam em energia capaz de alimentar eletrodomésticos ou outros equipamentos. Em uma residência padrão, o uso desse dispositivo pode resultar uma economia até 99% do gasto em energia elétrica no fim do mês.

Caso o gerador de energia solar fotovoltaica da organização produza mais energia do que a consumida, além de manter a autossuficiência energética, ela será direcionada para a rede, proporcionando créditos futuros. Esse crédito pode ser utilizado durante a noite ou nos dias posteriores.

4. Fique atento ao sistema de refrigeração e ar-condicionado

Geralmente, em ambientes empresariais, os aparelhos que mais consomem energia são os de ar-condicionado. O Selo Procel também se aplica a eles, tornando a escolha de compra mais fácil. Os equipamentos mais econômicos em relação à demanda de energia podem ser mais caros. Porém, seu valor acaba sendo retornável com a diminuição do consumo.

O recomendado é analisar o tamanho da sala onde o ar-condicionado será instalado, bem como o destino do espaço e quantas pessoas compartilharão esse local. Evite ligar e desligar o sistema de refrigeração várias vezes durante o dia. Caso não fique ausente de um cômodo durante muito tempo, é preferível manter o ar-condicionado ligado, exigindo assim menos esforço para resfriar o ambiente novamente.

Lembre-se que o ar frio tende a descer e, o ar quente, a subir. Assim, instale o aparelho em um local alto, pois fica mais fácil o ar gelado se espalhar para todo o ambiente.

Substitua os equipamentos antigos por versões mais recentes. Com o passar dos anos, os aparelhos tendem a perder potência, se tornando menos eficientes e gastando mais tempo para alcançar a temperatura desejada.

5. Evite utilizar o modo Stand by

Sempre que for possível, se o computador ou outro aparelho não estiver em uso, prefira desligá-lo, retirando da tomada. O ideal é que tudo esteja desligado completamente em horários fora do expediente.

O modo Stand by deixa apenas uma luz acesa nos dispositivos, o que pode parecer irrelevante. Mas, somando todos os monitores de uma empesa, esse gasto já se torna significativo. É uma medida rápida e simples, mas que terá grande impacto em empresas com um número considerável de máquinas.

6. Conscientize a equipe

Esclareça sempre a necessidade individual do cuidado genuíno para que todos os objetivos da companhia sejam atingidos. Modificar hábitos antigos pode ser uma tarefa difícil, mas necessária. Uma força tarefa com atitudes que promovam o consumo consciente é a principal arma para reverter os altos gastos.

Constantes aumentos nas tarifas de energia fazem com que a conta de luz seja cada vez mais monitorada em empresas. No Brasil, a energia elétrica é produzida majoritariamente por usinas hidrelétricas. Em períodos de seca, quando os reservatórios ficam com níveis abaixo do normal, é necessário que a economia seja feita ou até que outras fontes sejam acionadas.

Distribua avisos e folhetos aos colaboradores mostrando a importância de lembrarem de apagar as luzes ao saírem de um ambiente, desligar os computadores ao fim da jornada, manter janelas fechadas ao utilizar o sistema de refrigeração, entre outros.

Incentive-os por meio de comunicação interna, compartilhando dicas úteis e práticas que possam ser usadas para economizar energia na empresa e fora do trabalho.

Gostou das informações sobre como economizar energia na empresa? Então leia o próximo post e saiba como e por que investir em energia solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This