Comece o melhor planejamento estratégico para sua PME

Nos últimos anos, o empreendedorismo ganhou muita força. Cada vez mais profissionais estão investindo nas próprias ideias, ajudando a criar empregos e ganhando a vida com algo em que têm habilidade e paixão. Além disso, os seus desafios costumam ser diferentes daqueles de uma carreira tradicional, especialmente no que diz respeito ao planejamento estratégico.

As pequenas e médias empresas, ou PMEs, podem ser um pouco difíceis de se sustentar no começo, principalmente devido a erros dos fundadores. Muitas pessoas não têm formação ou experiência em administração de negócios, o que leva a uma série de problemas. Aprender a se planejar antes de começar um negócio pode garantir a sua sobrevivência.

Para você ter uma noção da importância do planejamento estratégico, estima-se que até 80% das pequenas e médias empresas acabe fechando as portas antes de completar dois anos de idade. Felizmente, de acordo com dados do Sebrae, essa taxa tende a cair depois de dois anos, além de diminuir de forma geral em todo o Brasil.

Parte disso se deve à maior quantidade de informação disponível sobre administração de negócios. Cada vez mais informações sobre como gerenciar adequadamente uma empresa estão disponíveis na internet, facilitando a tomada de decisão de empreendedores de todos os portes.

Se você pretende se manter na parte superior dessa estatística, é melhor começar a aprender como planejar o seu negócio adequadamente. Seja para realinhar uma empresa já criada, seja para começar o seu primeiro empreendimento. Neste post, nós trouxemos algumas dicas para você fazer um planejamento estratégico de sucesso. Confira!

Dicas para fazer um planejamento estratégico de sucesso

É sempre muito mais fácil pensar no planejamento estratégico do que realmente tirar um tempo para isso. Porém, você não deve procrastinar, afinal, não é uma tarefa tão difícil quanto parece. Se souber os passos certos e tiver alguma ferramenta para se orientar, logo estará seguro e poderá fazer tudo sozinho.

Pensando nisso, trouxemos aqui 5 dicas que vão ajudar a melhorar o planejamento do seu novo empreendimento. Acompanhe!

Estude o mercado onde você pretende se inserir

Esse é um erro comum, especialmente entre jovens empreendedores cheios de energia e sem nenhuma experiência. Alguém pensa “esse setor está em alta, vou abrir uma empresa!” ou “puxa, essa ideia é genial, vou colocá-la em prática!”. Ao deixar-se levar pela intuição ou apenas pela sensação momentânea de uma oportunidade, você corre o risco de se frustrar.

Todo empreendedor já passou por essa fase. Mas se você pretende ter sucesso, é melhor passar logo dela! Você não deve investir sem conhecer o ambiente de negócios em que pretende empreender. Se já trabalhou na área, terá uma vantagem, mas não significa que já sabe tudo que precisa. Por isso, estude o mercado.

Conheça a sua própria empresa

Essa dica é mais útil para o planejamento estratégico de um negócio já em movimento, mas também serve para quem ainda precisa decidir como estruturar o seu próprio negócio. A questão é bem simples: quando um empreendedor não tem noção clara de como é o funcionamento de sua empresa, será mais difícil tomar decisões que tragam resultados positivos.

Parece uma questão filosófica sobre o “autoconhecimento do empreendedor”, mas é algo bem prático. Trata-se de entender como funciona o fluxo de trabalho, de onde vem o seu faturamento, qual é o nicho de mercado ao qual você pertence etc. Várias ferramentas e técnicas, como a análise SWOT, por exemplo, podem facilitar esse trabalho.

Crie objetivos alcançáveis

Outro erro bem comum que novos empreendedores cometem é sonhar muito alto em curto prazo. Não entenda errado. Para conseguir grandes conquistas, você realmente precisa pensar grande. Porém, obrigar-se, por exemplo, a se tornar milionário e aposentado antes dos 25 anos é receita certa para a frustração. Mesmo que o seu desejo seja mirar no topo logo de cara, você deve estar preparado para todos os contratempos.

Em vez de contar com um sucesso explosivo e aparentemente aleatório, vale mais a pena buscar metas que estejam dentro do seu escopo atual ou talvez um pouco acima de suas expectativas. Isso evita que você fique exausto tentando alcançar um objetivo muito distante em pouco tempo, além de melhorar a orientação do seu trabalho em curto e médio prazo.

Acompanhe o desempenho de perto

Um planejamento estratégico, na prática, é uma combinação de análise de dados, comparação de experiências passadas e pequenas apostas. Porém, espera-se que você sempre mantenha as chances a seu favor. É para isso que servem as ferramentas de análise de dados dentro de uma empresa. Como já se diz em administração de negócios: “você não pode melhorar o que não pode medir”.

A ideia aqui é acompanhar as variáveis do seu negócio, entender como o consumidor responde aos seus produtos e serviços, otimizar as suas rotinas de produção etc. A partir desses dados e da correlação entre eles, você pode entender como as suas ações afetam diferentes partes do seu trabalho e quais atitudes você deve tomar para maximizar a sua rentabilidade.

Resolva problemas antes que eles aumentem

Você certamente já ouviu falar do efeito “bola de neve”. Nesse caso, algo errado acontece e causa um problema pequeno. Este fica sem resolução e causa outro problema maior, que leva até o problema 3 e assim por diante. Algo que teria sido facilmente resolvido no começo agora é uma situação exponencialmente difícil de remediar. Basta lembrar-se daquela matéria acumulada nos tempos de escola ou faculdade.

O mesmo efeito acontece quanto falamos em empresas. É bem fácil ignorar um erro no fluxo de caixa ou um pequeno atraso no prazo de entrega quando você é uma das únicas pessoas responsáveis por praticamente todo o trabalho em uma pequena ou média empresa.

Porém, vale lembrar que, cedo ou tarde, todos esses problemas acabam voltando para você e dão ainda mais trabalho dentro de alguns dias ou semanas. Logo, é sempre melhor lidar com essas questões rapidamente do que correr um risco grave no futuro.

Vimos que o planejamento estratégico é essencial e permite ao gestor alcançar altos resultados com ações sistemáticas. Dessa forma, é possível atingir metas e promover a escalabilidade do negócio de forma eficiente e lucrativa.

Com estas dicas, você já pode melhorar o planejamento estratégico da sua pequena ou média empresa sem grandes dificuldades. Se quiser mais informações para começar com o pé direito, confira o nosso post com dicas para aumentar a produtividade do seu negócio!

rockcontent

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This