7 passos para elaborar um planejamento estratégico de TI

Você sabe qual a importância do planejamento estratégico para empresas que atuam na área de Tecnologia da Informação (TI)? A definição de estratégias para esse segmento é essencial para que a empresa esteja preparada para aproveitar oportunidades ou enfrentar situações de crise.

O planejamento permite alinhar com a equipe os objetivos do negócio, promove o controle mais efetivo de custos e contribui para a disseminação de uma nova cultura de proatividade por parte dos funcionários. Ao planejar a área de TI de forma estratégica, sua empresa se torna mais competitiva e eficiente.

Continue lendo este artigo para entender melhor como implantar o planejamento estratégico e aprender a utilizar as ferramentas necessárias para obter melhores resultados para sua empresa.

Saiba por que o planejamento estratégico é um diferencial para seu negócio

O planejamento estratégico de uma empresa de TI permite criar soluções capazes de tornar o negócio mais competitivo. Afinal, a tecnologia desempenha um papel importante no dia a dia das empresas. 

A organização das práticas, definição de prioridades e ações adequadas são indispensáveis para a otimização dos projetos e eficiência do trabalho. Fique de olho nas vantagens que sua empresa terá ao adotar novas práticas:

  • redução de custos;
  • identificação de processos que exigem mais investimentos e para os quais são necessárias melhorias;
  • mapeamento das necessidades do negócio;
  • melhoria e atualização dos métodos de segurança da informação;
  • melhor produtividade das equipes;
  • maior participação da área de TI em outros negócios da empresa, incrementando os resultados de forma global.

O planejamento estratégico é um instrumento de gestão eficiente, que gera maior motivação e comprometimento da equipe com os resultados, além de garantir a qualidade dos demais processos da empresa. O setor de TI é uma área essencial de qualquer corporação e sua gestão correta é fundamental para o sucesso do empreendimento.

Confira os principais passos para elaborar um bom planejamento estratégico de TI

Um planejamento organizado e adequado para a realidade de sua empresa é primordial para garantir o melhor desempenho de sua equipe e também para contribuir com a tomada de decisões importantes para o negócio.

Você sabe quais são as principais etapas para que nada fique de fora dessa organização? Confira 7 dicas para elaborar a melhor estratégia de negócios para sua empresa ou departamento de TI.

1. Faça uma análise interna e externa do ambiente

O planejamento deve considerar as condições e interferências internas e externas de sua organização, além de suas possíveis evoluções, como aumento de vendas, crescimento do faturamento, expansão do mercado, entre outros.

Da mesma forma, possíveis geradores de conflitos devem ser considerados para que os cenários traçados sejam próximos da realidade do mercado e da empresa. Então, vale considerar os impactos da economia nas vendas e a perspectiva de concorrência criada com a introdução de novas tecnologias.

2. Prepare uma lista de prioridades

Defina as prioridades de sua empresa. Isso significa escolher que recursos (infraestrutura, orçamento ou profissionais) serão alocados e quais serviços de TI estarão disponíveis.

Depois disso, verifique se esses recursos e serviços atendem às demandas da empresa. Muitas vezes, a equipe se divide em várias tarefas sem definir quais são prioritárias, e isso leva ao desperdício financeiro e de tempo. Então, sempre é importante analisar as demandas mais urgentes e alocar recursos adequadamente.

Para isso, é importante que os profissionais de TI de sua empresa conheçam as tendências do mercado e fiquem atentos ao perfil e necessidades de seus clientes.

3. Estabeleça metas e prazos

A definição de metas e prazos reduz custos, falhas e retrabalho. Cada ação deve ter um planejamento que inclui o prazo de análise e realização, além da definição dos objetivos a serem alcançados.

Esse cuidado facilita a identificação de prioridades por parte da equipe e contribui para a organização e fluidez do trabalho.

4. Defina as ações da empresa

Depois de estabelecer os objetivos e prioridades, é necessário analisar quais as melhores maneiras de atingi-los, o que será necessário para isso e quais as estratégias adotadas.

Ou seja, você definiu como meta vender para determinado segmento? Então, estabeleça estratégias para atingir seus clientes em potencial, verifique que ações são necessárias, o investimento para cada uma delas e quais profissionais serão responsáveis por cada etapa do trabalho.

Estruture sua equipe para o desenvolvimento das tarefas, desenvolvendo suas habilidades complementares e incentivando o bom desempenho.

5. Identifique indicadores de desempenho (KPIs)

A sigla KPIs é uma abreviação de Key Performance Indicator”, ou em português, Indicador-chave de Desempenho. Trata-se de uma técnica de gestão com métricas para avaliar o desempenho.

Existem vários indicadores que compõem essa métrica, como lucratividade, rentabilidade, competitividade, qualidade, valor, entre outros. Os indicadores de desempenho garantem maior eficiência nos processos e proporcionam maior segurança na tomada de decisões por parte do gestor.

6. Monitore a execução do que foi planejado

Depois de definir estratégias, ações e cronograma de execução de cada tarefa para alcançar as metas definidas por sua empresa, é essencial monitorar a execução. Observe a ocorrência de falhas e identifique as razões. Muitos erros são corrigidos rapidamente, com a orientação adequada.

Em alguns casos, é importante investir um pouco mais de tempo ou destinar novos recursos, mas é importante ter ciência de que a identificação de problemas só é possível com a monitoração atenta dos processos executados.

7. Faça ajustes quando necessário

Por fim, se algo está fugindo ao controle e os resultados não estão alcançando os objetivos propostos, é importante identificar onde ocorre a falha e promover ajustes. Isso vale para as ações da equipe, já que muitas vezes os profissionais precisam adequar sua forma de atuação, mas também para a linha de produtos oferecida.

É importante observar que cada cliente tem uma necessidade específica, e que a oferta de produtos e serviços deve ser dimensionada conforme essa demanda particular.

Em muitos casos, a dificuldade não está na abordagem da equipe, mas na oferta de soluções inadequadas ou insuficientes. Em situações assim, é importante rever a estratégia e fazer os ajustes necessários para o sucesso da ação.

Agora você já sabe como fazer o melhor planejamento estratégico para sua empresa de TI. Independentemente de sua área de atuação, é essencial adotar boas práticas e investir na definição de metas e estratégias para alcançar os resultados. Na área de TI, um setor vital para as empresas, isso é ainda mais relevante.

Além de fazer um bom planejamento, que garantirá melhor desempenho ao seu negócio, fique por dentro das principais inovações e tendências na área de TI.

Aldo Componentes Eletrônicos

A ALDO é distribuidora de produtos de TI, Energia Solar e drones. Fique por dentro desses mercados com a gente e seja um revendedor autorizado!

Aldo Componentes Eletrônicos
Aldo Componentes Eletrônicos

A ALDO é distribuidora de produtos de TI, Energia Solar e drones. Fique por dentro desses mercados com a gente e seja um revendedor autorizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This